top of page
Buscar
  • marieneffb

MICROFISIOTERAPIA - LIBERANDO AS FIBRAS-DA-DOR

FIBROMIALGIA, SÍNDROME DESAFIADORA QUE NECESSITA DE CUIDADO INTEGRAL!

ENTENDENDO A SÍNDROME

A dor, segundo a International Association for the Study of Pain é “uma experiência sensorial e emocional desagradável, associada a dano presente ou potencial, ou descrita em termos de tal dano”.

A dor crônica, caracterizada como uma dor contínua ou recorrente, é reconhecida mundialmente como um grave problema de saúde. Aproximadamente 60 milhões de pessoas sofrem de dor crônica, cerca de 10% da população mundial, com prevalência em 20% a 25% dos adultos e tendência de aumento progressivo com o aumento da idade, afetando 62% da população com mais de 75 anos (Revista Brasileira de Anestesiologia, 2019; (3):227-232)

A FIBROMIALGIA é uma síndrome caracterizada principalmente pela DOR nos músculos e tecidos conjuntivos adjacentes. Sintomas como fadiga, depressão, alteração da memória e do sono podem e geralmente estão presentes, comprometendo significativamente a qualidade de vida da pessoa, seja no trabalho ou nas atividades de vida pessoal e social.

O diagnóstico é clínico e deve descartar outras patologias com clínica semelhante. Deve ser feito pelo reumatologista, que também é o especialista responsável pela conduta médica.

IMPORTANTE:

A causa ainda desafia a medicina. Vários fatores podem estar associados.

A ocorrência de eventos graves de sobrecarga ao organismo, SEJAM FÍSICOS OU EMOCIONAIS, frequentemente antecedem a manifestação dos sintomas. O mais comum é que agravos crônicos, não solucionados por longo tempo, sejam gatilhos para a manifestação da síndrome.


É comum haver uma banalização do tratamento da dor. Acredito que, por ser um sintoma frequente em diversas patologias, a maioria dos profissionais se consideram qualificados e responsáveis em conduzir o tratamento, o que pode ser inadequado e perigoso. São frequentes os relatos de pacientes com fibromialgia que passam por exaustiva peregrinação em busca de tratamento compatível, sendo expostos de forma desnecessária e danosa a situações de desinformação e muitas vezes humilhantes e preconceituosas.

Nas síndromes dolorosas, onde a dor não é sintoma “figurante” mas sim “determinante”, É FUNDAMENTAL A PROCURA POR PROFISSIONAIS ESPECIALISTAS E EXPERIENTES NO ENFRENTAMENTO DA DOR, sejam médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física, dentre outros.


FALANDO COM VOCÊ

“Incompreensão...” “Sensação de estar presa, amarrada...” “Dor no corpo todo, da ponta do cabelo ao dedo do pé...” “Cada dia dói num lugar…” “Cansaço, fadiga, vontade de não fazer nada...” “Queima, arde, como se enfiasse uma faca...” “Insuportável, não consigo nem dormir...” “No trabalho virei chacota, ninguém vê...” “Nem sair eu quero mais, não consigo acompanhar a família...”

Estas são Algumas expressões que costumo ouvir das pessoas que sofrem com fibromialgia e representam parte do sofrimento vivido e incompreendido pela maioria...

Nesse mês de fevereiro, que sensibiliza sobre a temática da fibromialgia, lúpus e mal de alzheimer, quero deixar um recado especificamente para vocês mulheres e homens que sofrem com a fibromialgia, sim é sofrimento que vai muito além da dor e para enfrentar é preciso cuidado realmente integrado. Para começar essa conversa compartilho 05 (cinco) dicas simples e que muito têm ajudado pessoas nessa condição:

01. IDENTIFIQUE UMA PRIORIDADE PARA ENFRENTAR, UMA… mesmo sabendo que você tenha várias demandas, é importante que estabeleça um critério pessoal para eleger sua prioridade de enfrentamento. Use tempo consigo mesma(o) identificando UMA situação/ parte do corpo / ou sintoma que para você hoje, na atualidade, seja UMA PRIORIDADE de enfrentamento. Isso ajuda seu organismo a direcionar força, energia e estratégias de reparação.

02. ESPECIFIQUE A HISTÓRIA CLÍNICA E DE VIDA RELACIONADA A ESTA PRIORIDADE. Desde quando começou? Em que lugar do seu corpo começou? O que você fazia nessa época? Como você se sentia nessa época? Lembra dos tratamentos que já iniciou para essa situação? O Que ajudou ou atrapalhou? SEJA ESPECÍFICO e veja essa situação na linha do tempo e seus contextos de vida associados. Isso ajuda a identificar os fatores causais específicos associados.

03. ACREDITE NA CONDIÇÃO PASSAGEIRA DE SOFRIMENTO E ESTEJA PREPARADO PARA A TRAVESSIA. Quando você está preparado para recaídas e momentos de piora que podem acontecer no decorrer do processo, a chance de manter-se de pé é maior. Tratamentos milagrosos não existem. Analgésicos aliviam a dor, mas não tratam a síndrome! Atuar nas causas exige ajuda, tempo, esforço e principalmente constância.

É uma condição multifatorial que exige atitudes multifocais! Tenha isso bem claro no seu dia-a-dia e esteja preparado para lidar, evitar ou eliminar fatores de risco. Quem se prepara e enfrenta com prudência os diversos fatores avança no encontro do bem-estar.

04. BUSQUE SAÚDE PARA TRATAR A DOR. Faça tratamentos para alívio da dor, mas tenha o objetivo principal na reparação e promoção da sua saúde. Busque SAÚDE, atitudes saudáveis, tratamentos saudáveis. Amplie seu potencial de saúde para combater os focos de disfunção. Hipersensibilizar áreas de dor e buscar a reparação pelos próprios tecidos adoecidos é uma estratégia de sobrecarga, não funciona! Uma nutrição orientada, exercícios físicos adequados, psicoterapia e fisioterapia integrativa são algumas estratégias fundamentais na melhora e manutenção da saúde/bem estar.


05. A MICROFISIOTERAPIA está inserida neste contexto e tem muito a contribuir para todo tratamento e manutenção da qualidade de vida. Não é necessário interromper nenhum tratamento que esteja sendo realizado e tem o diferencial de auxiliar na IDENTIFICAÇÃO E ELIMINAÇÃO DAS CICATRIZES PATOGÊNICAS DAS FIBRAS-DA-DOR DA FIBROMIALGIA. A microfisioterapia é uma terapia manual indolor, que através de toques sutis e poucas sessões é capaz de "ler o seu mapa da dor" e auxiliar com estímulos de reparação que atuam na origem da dor.


Mariene de Fátima Ferreira Bittencourt

Fisioterapeuta CREFITO11 - 42003F

Atendimento Goiânia, GO

(62) 9. 9966-4475

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


Post: Blog2 Post
bottom of page